segunda-feira, 28 de maio de 2012

ARCAÍSMO POLÍTICO EM LAJES (em resposta)

Inicio esse texto esclarecendo o termo arcaísmo  que significa fora de uso. Inacreditável! Mas um fazer político enraizado  por uma espécie de falsa monarquia  que sufoca a democracia e continua insistentemente neste município tentando perpetuar a  prática do oportunismo, do anestésico popular a partir de propostas inexequíveis ou relato de mentiras com o único objetivo de confundir o eleitor, para permanecer no poder ou renovar um mandato, tem conseguido cooptar pessoas que obedecem a seus ditames; são leais seguidores da causa “MISÉRIA PARA O POVO E RIQUEZA PARA MIM”. E esses submissos, céticos da verdade, muitas vezes tentam se promover e promovê-lo (o pseudo monarca) propagando imagens irreais de um defensor NEOLIBERALISTA disfarçado de populista.

Esclareço, com o referendo de Nonato Santos (PT). Lucimar Roque (PT), Eliana Santos (PMN), que nunca houve conversa entre aquele e o Sr Edvan Secundo sobre composição ou formulação de chapa visando às eleições 2012 e em momento algum o Partido dos Trabalhadores em Lajes formalizou impositivamente o nome do companheiro Nonato  como pré-candidato a prefeito, isso não é prática nesse partido. Como também é uma falsa afirmação dizer que existe relutância ao seu nome por parte dos petistas. Por outro lado, cogitar que Nonato não representa os ideais trabalhistas é esquecer da sua postura enquanto vereador neste município, quando em momento nenhum se posicionou contrário aos anseios  da classe trabalhadora. Em verdade, existe a possibilidade de construção de uma composição entre partidos outros que, por afinidade de propostas ou ideais, poderão caminhar unidos em defesa do exequível. Nessa eventualidade, não ocorrerá casuísmo, e a população será informada em tempo.

Contrariamente à tentativa de promoção de um discurso infundado, aqueles desejosos da continuidade imperialista e do favoritismo acerbado, deveriam tentar construir ao  menos uma carta proposta que, ao invés de conjeturas, os habilitasse a discursar em praça pública usando a verdade. Não nos deixaremos contaminar por esse fazer político. Lajes clama por mudança e pelo resgate do seu desenvolvimento.

Professor Renier Luiz

MINISTÉRIO PÚBLICO RECOMENDA NOVA PINTURA NOS PRÉDIOS PÚBLICOS EM LAJES

O Ministério Público, comarca de Lajes, representado pela pessoa da Excelentíssima Promotora Juliana Alcoforado, recomendou ao gestor municipal de lajes nova pintura dos prédios públicos uma vez que  deliberadamente estavam (ou estão) fazendo opção por aplicar nesses bens públicos cores em injustificada correlação com a bandeira do partido político ao qual pertencem, a caracterizarem o elemento volitivo de promoção pessoal. Na recomendação, o gestor tem o prazo de 30 dias para, com seus próprios recursos, cumprir a determinação.

sábado, 26 de maio de 2012

MEC anuncia mudanças na correção da redação do Enem

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta quinta-feira (24) mudanças no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. Uma das novidades são os critérios de correção da redação, item da prova que causou polêmica no ano passado e motivou vários candidatos a entrar na Justiça para pedir revisão da nota.
A redação do Enem vale 1.000 pontos e cada texto é lido por dois corretores, que atribuem a nota de acordo com a avaliação de cinco competências, como o domínio da norma culta, a capacidade de argumentação e a compreensão da proposta da redação (tema). Cada item vale 200 pontos. Até o ano passado, se as notas dos avaliadores tivessem entre elas uma diferença superior a 300 pontos, uma terceira pessoa era chamada para fazer uma nova correção. Para este ano, a margem de discrepância caiu para 200 pontos. A terceira correção também será aplicada se houver diferença superior a 80 pontos em pelo menos uma das cinco competências.
Se a discrepância nas notas permanecer mesmo após a terceira avaliação, será convocada uma banca, formada por três professores, para a correção presencial. O manual do aluno do Enem deste ano trará exemplos de redações consideradas de excelência e o detalhamento da metodologia de correção e do que os avaliadores esperam que o estudante desenvolva em cada competência. Esse material estará disponível a partir de julho.
A partir deste ano, pela primeira vez, todos os participantes do Enem poderão ter acesso às redações corrigidas. A mudança, anunciada pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, está prevista em um acordo firmado com o Ministério Público Federal. “O acordo será mantido. O que nós estamos concluindo com o MPF é a operacionalização do acesso porque ele tem que ser individualizado e ter absoluta segurança”, disse Mercadante.
fonte: revistaepoca.globo.com

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Quando vamos moralizar o Poder?

POR RUTH DE AQUINO


 Presidente e ministros reduzirão em 30% seus salários, “para dar o exemplo”. Apertarão seus próprios cintos, cortarão na própria carne. Isso acontecerá longe daqui, na França. Será a primeira medida do governo socialista de François Hollande. Não resolve a crise francesa. Mas carrega um tremendo simbolismo. São 34 novos ministros neste governo que já começarão ganhando um terço a menos que seus antecessores.
E não é só isso.
A equipe do governo – 17 homens e 17 mulheres – assinou um texto de duas páginas que lista seus “deveres”. O texto é público. Foi divulgado pelo jornal Le Monde na quinta-feira. Alguns itens seriam muito bem-vindos no Brasil. A ideia geral é afastar qualquer suspeita de conflito de interesse e acabar com essa mistura desavergonhada entre o público e o privado.
O código de conduta de Hollande obriga ministros a renunciar a postos executivos anteriores a sua nomeação no governo. Inclui também a recusa a todos os convites particulares, de empresários ou amigos influentes. E a devolução de qualquer presente com valor superior a € 150 (R$ 375). O texto desce a detalhes do dia a dia, como o meio de transporte: em trajetos inferiores a três horas, ministros terão de usar o trem.
Mais regras. Os ministros terão de confiar “a gestão de seu patrimônio a um procurador”. Isso impede que tirem proveito de informações confidenciais do mercado para enriquecer ilicitamente. Na hipótese de uma viagem pessoal e familiar, serão obrigados a “se abster de aceitar convites de governos estrangeiros ou de pessoas físicas ou jurídicas cuja atividade tenha relação com sua pasta ministerial”. Deverão renunciar a “qualquer participação num organismo, mesmo aqueles sem fins lucrativos, cuja atividade seja de interesse a seu ministério”. Os ministros também estão proibidos de “qualquer intervenção que envolva a situação de um parente ou amigo próximo”. Nada de nepotismo e tráfico de influência, em bom português[...]

LEIA MAIS: http://revistaepoca.globo.com/Mente-aberta/ruth-de-aquino/noticia/2012/05/quando-vamos-moralizar-o-poder.html

domingo, 20 de maio de 2012

SERÁ MAIS UMA OBRA INACABADA EM LAJES?

Por que demolir uma praça se existe outra inacabada (largo da estação ferroviária) e outras necessitando de reparos? Dizer que a nova praça terá um busto e que a comunidade Católica  também precisa de um espaço adequado para a realização de Missas Campais, Shows Religiosos e Culturais, como também espaços de lazer para crianças é um equívoco. Isso porque a palavra Deus já dispõe de espaço adequado - além disso, Jesus pregou em quase todos os espaços - e foi num palácio que o condenaram. Quanto às crianças, poder-se-ia ser mais criativo e lhes oportunizar atividades em outros lugares já existentes, bastando para isso a existência de preocupação com a cultura, o esporte e a educação. Estas três áreas, solidariamente, tirariam quaisquer e todos os jovens da ociosidade. 
Será que o interesse é realmente revitalizar a área de frente a igreja ou existem outros interesses? Uma sugestão: não esqueçam a placa de obra, pois o povo quer saber quem será o responsável pela construção, o valor da obra, se são recursos próprios ou oriundos de convênio, quanto tempo levará para construir a "nova praça"? Será que até isso é preciso ensinar?







quinta-feira, 17 de maio de 2012

Executiva da CUT/RN delibera apoio a Chapa 2: Transparência, Compromisso e Verdade!

A decisão contou com 11 votos a favor e uma abstenção.
Em reunião realizada no dia 7 de maio de 2012, a executiva da CUT/RN deliberou apoio a Chapa 2: Transparência, Compromisso e Verdade! que traduz a composição da ARTSIND, EPS e a CTB. A decisão contou com 11 votos a favor e uma abstenção.
A executiva da CUT fez uma ampla discussão na qual fez a reapropriação de todo o processo envolvendo a eleição do SINTE/RN.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Planalto sinaliza nova visita de Dilma ao RN

A Presidência da República avalia dados para confirmar nova visita da presidenta Dilma Rousseff ao Rio Grande do Norte. Segundo informações da deputada Fátima Bezerra (PT),  a viagem presidencial deverá acontecer no final deste mês ou na primeira quinzena de junho.

Dilma Rousseff pretende entregar as novas etapas do habitacional Minha Casa, Minha Vida em Parnamirim,  onde o programa tem beneficiado bom número de famílias.

Por sugestão das deputadas Fátima Bezerra e Sandra Rosado (PSB), o Planalto estuda a viabilidade de uma visita da presidenta Dilma Rousseff ao Porto Ilha de Areia Branca,  onde o governo federal investiu R$ 200 milhões do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

A última visita da presidenta Dilma Rousseff ao RN ocorreu no final de novembro de 2011, quando foi assinado o contrato do novo Aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

fonte: nominuto.com
 

 

sábado, 12 de maio de 2012

Feliz Aniversário!





DIA 12 DE MAIO 
Ao meu pai, com carinho:
 Aniversário do meu genitor, Sr Francisco Canindé Mendes. Tu és sinônimo de probidade, humildade, amor.
 Deus te proteja e guarde! Que tenhamos a graça de tê-lo por muito tempo ainda entre nós, papai.


Eleições SINTE...momentos anteriores ao registro da chapa 2




Dia 11 de maio, nas fotos abaixo podemos observar os momentos anteriores ao registro da chapa 2 às eleições do SINTE/RN previstas para acontecerem no dia 21 de junho do corrente ano. CTB (Central dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil) , CUT/ Articulação (Central Única dos Trabalhadores) e TM constroem composição e vão à luta. Lajes tem representante nessa cha.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Eleitorado natalense rejeita administrações de Micarla e Rosalba, mas aprova Dilma

Segundo a pesquisa Consult/Sinduscon, apenas o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) obteve boa avaliação junto ao eleitorado natalense. Enquanto isso, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) e a prefeita Micarla altos índices de reprovação.

Dilma Rousseff
Aprovação 69,9%
Desaprovação 17,2%
Sem opinião formada 12,9%

Rosalba Ciarlini
67,4% desaprova
17,6% aprova
15% não souberam opinar

Micarla de Souza
87,8% desaprova
6% aprova
6,2% não souberam opinar



terça-feira, 8 de maio de 2012

Em lajes, campo de várzea substitui estádio de futebol

De acordo com o que se pode verificar na placa colocada em frente à entrada principal do local da obra e com a promessa (mais uma não cumprida) de reforma do estádio de futebol no prazo de 90 dias; desportistas praticam essa modalidade de esporte em campo de várzea. Não bastando isso, é possível observar que quase nada foi feito em termos de recuperação do imóvel público; talvez por isso os seus portões permaneçam fechados não possibilitando o acesso ao seu interior. Onde estão os recursos?São quase cem mil reais. Por que a obra não foi finalizada? Cadê o compromisso?








sábado, 5 de maio de 2012

Lula recebe cinco títulos de doutor honoris causa

Rio de Janeiro (AE) - A passo lento, mancando um pouco e amparado pela ex-ministra da Secretaria Nacional das Mulheres Nilcéia Freire, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou ontem no palco do Teatro João Caetano, no Rio, para receber cinco títulos de doutor honoris causa sob aplausos, palavras de ordem e comoção. "Lula/guerreiro/do povo brasileiro", entoou, em coro, a plateia formada por ministros, secretários de Estado, militantes do PT, professores, estudantes. Chapéu preto escondendo os cabelos ralos devido à quimioterapia e à radioterapia, às quais recorreu para combater um câncer de laringe, Lula, de aparência frágil e escoltado por uma "comissão de honra", passou bem devagar em frente à mesa que comandaria os trabalhos. A bengala com que aparecera na véspera estava com um assessor que o seguia. Dois clarinetistas tocavam a Bachiana Número 5, de Heitor Villa-Lobos. Sentada, a presidenta Dilma Rousseff chorou.
rudy trindade/aePresidenta Dilma Rousseff (à direita) e governador Sérgio Cabral (à esquerda) aplaudem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da SilvaPresidenta Dilma Rousseff (à direita) e governador Sérgio Cabral (à esquerda) aplaudem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Foi o início de uma série de elogios ao ex-presidente e a seu governo (2003-2010), comandada pelos reitores de quatro universidades federais do Rio (UFRJ, Fluminense, Uni-Rio e Rural) e também da Estadual (UERJ), que concederam os títulos. Todos exaltaram a política educacional de Lula. "Campeão de utopias realizadas", "doutor da causa da humanidade" e "eterno presidente do Brasil" foram expressões usadas pelos dirigentes na cerimônia em que Lula recebeu os diplomas e vestiu as "vestes talares" do título: a samarra, espécie de toga, e o capelo, chapéu com franjas. Ambas são vermelhas, cor-símbolo das ciências humanas. Apesar da fragilidade, depois de vesti-las Lula brincou, mostrando a língua e fazendo o sinal de positivo. Fora, estudantes de Medicina da UFRJ em Macaé protestavam contra más condições de ensino.

"Não é possível viver sem esperança, e quero lhe agradecer por isso", afirmou, dirigindo-se ao ex-presidente, o reitor da UERJ, Ricardo Vieiralves, que após seu discurso abraçou Lula e deu-lhe um beijo. Já o reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Roberto Salles, apesar dos elogios, pediu gastos de 10% do PIB para a educação e protestou contra os baixos salários do setor. O reitor da UFRJ, Carlos Levi, foi "saudado" por um grito de "cotas na UFRJ" - a universidade reserva vagas para estudantes da rede pública, mas não utiliza critérios raciais para a escolha. A presidenta Dilma não discursou, mas, ao lado do ex-presidente, enxugou lágrimas, puxou palmas, sorriu e até "soprou-lhe" algumas informações, ajudando-o no discurso.

Ex-presidente faz discurso emocionadoEmocionado, mas sereno, o ex-presidente parecia mais disposto que na véspera. Com a respiração inicialmente um pouco ofegante, pediu desculpas por falar sentado, o que, afirmou, não é seu hábito, e por não discursar de improviso, mas ler um discurso previamente preparado, porque sua garganta, contou, ainda está em processo de recuperação. "Ou seja, se por acaso eu não conseguir falar, vocês sabem que eu tenho até um reserva aqui, que vai ler o discurso para mim. Quero pedir paciência para vocês", disse ele, arrancando aplausos.

O ex-presidente declarou-se honrado com os títulos que recebeu. "Vocês não podem imaginar o que significa para alguém como eu, que não teve as oportunidades escolares que todo jovem deveria ter, mas que sempre acreditou no potencial libertador do conhecimento, e que a vida inteira apoiou a luta pela educação, tornar-se doutor honoris causa dessas magníficas universidades", disse. Ele se emocionou ao falar, com voz embargada, dos moradores do Rio de Janeiro, " nascidos aqui ou vindos de outras terras, mas inconfundivelmente banhados pelo espírito carioca".[...]

"Eu, que antes do diploma de presidente da república tinha somente o diploma de torneiro mecânico do Senai sei o quanto a educação é capaz de mudar a vida de uma pessoa, de uma família e de uma nação. Pois foi aquele diploma que me abriu a oportunidade de emprego e de uma vida melhor"

fonte:tribunadonorte.com.br/noticia/lula-recebe-cinco-titulos-de-doutor-honoris-causa/219415



quarta-feira, 2 de maio de 2012

Em Lajes, O que é municipal mostra-se verde.

Não é difícil perceber a preferência pela cor verde nos prédios públicos na cidade de Lajes. Prevalece essa cor em: matadouro, escolas(todas), postos de saúde(inclusive em assentamentos), mercado, estação ferroviária, praças, ginásios de esporte,equipamentos para ginástica em praça pública, banheiros, toldos(ou coberturas), fardamento dos funcionários (todos). 
Nada contra a cor verde, quem dera ela prevalecesse nos campos do sertão semi-árido, onde o cinza escurece a esperança de fartura na lavoura.Quem sabe, se preponderasse o verde na nossa flora sertaneja, mentes áridas absorvessem um pouco de criatividade e contemplacem outras cores nos prédios públicos desse município.
Alguém está esquecendo dos princípios da impessoalidade e da eficiência os quais excluem a promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos sobre suas realizações administrativas.
Lembro que, deliberadamente, estão fazendo opção por aplicar nesses bens públicos cores em injustificada correlação com a bandeira do partido político ao qual pertencem, a caracterizarem o elemento volitivo de promoção pessoal. Em tempo, que tal fazerem as retificações! (ah! RETIFICAR significa corrigir).

 






















terça-feira, 1 de maio de 2012

História do Dia do Trabalho

O Dia do Trabalho é comemorado em 1º de maio. No Brasil e em vários países do mundo é um feriado nacional, dedicado a festas, manifestações, passeatas, exposições e eventos reivindicatórios. 
A História do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio deste ano, milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores.

Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia 4 de maio, num conflito de rua, manifestantes atiraram uma bomba nos policiais, provocando a morte de sete deles. Foi o estopim para que os policiais começassem a atirar no grupo de manifestantes. O resultado foi a morte de doze protestantes e dezenas de pessoas feridas.

Foram dias marcantes na história da luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho. Para homenagear aqueles que morreram nos conflitos, a Segunda Internacional Socialista, ocorrida na capital francesa em 20 de junho de 1889, criou o Dia Mundial do Trabalho, que seria comemorado em 1º de maio de cada ano.

Aqui no Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em setembro de 1925 que esta data tornou-se oficial, após a criação de um decreto do então presidente Artur Bernardes.

Fatos importantes relacionados ao 1º de maio no Brasil:

- Em 1º de maio de 1940, o presidente Getúlio Vargas instituiu o salário mínimo. Este deveria suprir as necessidades básicas de uma família (moradia, alimentação, saúde, vestuário, educação e lazer)

- Em 1º de maio de 1941 foi criada a Justiça do Trabalho, destinada a resolver questões judiciais relacionadas, especificamente, as relações de trabalho e aos direitos dos trabalhadores.

Definição de trabalho

Podemos definir trabalho como qualquer atividade física ou intelectual, realizada por ser humano, cujo objetivo é fazer, transformar ou obter algo.

O trabalho na vida do homem 
 
O trabalho sempre fez parte da vida dos seres humanos. Foi através dele que as civilizações conseguiram se desenvolver e alcançar o nível atual. O trabalho gera conhecimentos, riquezas materiais, satisfação pessoal e desenvolvimento econômico. Por isso ele é e sempre foi muito valorizado em todas as sociedades.

Diferença entre trabalho e emprego 

Vale dizer que há diferença entre trabalho e emprego. Enquanto o primeiro envolve a atividade executada em si, o segundo refere-se ao cargo ou ocupação de um indivíduo numa empresa ou órgão público.

Papa ganha Lamborghini e decide leiloá-lo

O Papa Francisco foi presenteado nesta quarta-feira com um modelo especial da marca de automóveis de luxo Lamborghini, de cor branca, que ...