terça-feira, 30 de outubro de 2012

Prefeitura de Natal divulga nota e confirma que deixará de pagar a 864 servidores


A Prefeitura de Natal enviou nota oficial confirmando que 864 servidores públicos ficarão sem salário no mês de outubro, devido a bloqueios nas contas do Município.
Eis a nota na íntegra:
A Prefeitura Municipal do Natal comunica aos servidores públicos do Município e à população em geral que em razão de mais um bloqueio judicial nas contas destinadas ao pagamento de salários, está momentaneamente impedida de cumprir integralmente, neste mês de outubro, o calendário fixado no início do ano.
A Prefeitura informa que nessa segunda-feira, 29, foram pagos os salários de 12.267 servidores públicos que percebem, líquidos, até R$ 1.440,99. Nesta terça-feira, 30, foram pagos os salários de 6.360 servidores que recebem, líquidos, por mês entre R$ 1.441,00 até R$ 3.000,99. Em razão do bloqueio na conta que recebe os recursos do Fundo de Participação dos Municipios, 864 servidores deixaram de receber seus vencimentos.
A Prefeitura informa, ainda, que antecipou para hoje, segundo dia do calendário de pagamentos, os salários dos funcionários da Urbana, priorizando, assim, o serviço essencial da limpeza urbana.
Mesmo diante de todas as dificuldades e de sucessivos bloqueios judiciais que a administração municipal considera indevidos por atingirem até recursos federais, a Prefeitura conseguiu pagar 18.627 servidores, ou 86 por cento do total do funcionalismo público municipal, que compreende 21.634 pessoas.
A Prefeitura ressalta que envidará esforços para pagar, o mais breve possível, os salários dos 864 servidores que não puderam receber nesta data, além do de 2.143 funcionários cujos vencimentos líquidos estão acima de R$ 3.001,00 e são pagos no terceiro e último dia.
A Prefeitura lamenta que bloqueios feitos de forma indiscriminada tenham atingido até contas que recebem recursos federais destinados à Educação e estejam prejudicando o fornecimento da merenda escolar.
A Prefeitura esclarece, por fim, que mobilizou sua área jurídica a fim de sensibilizar magistrados e garantir o pagamento dos salários dos servidores, compromisso inarredável da atual gestão municipal. E lamenta que mais uma vez o bloqueio judicial tenha sido feito em pleno período de pagamento dos salários.

sábado, 27 de outubro de 2012

MENSAGENS

Viver ou sobreviver
(Jones Mendes)

Se um dia você tivesse a chance de voltar no tempo e alguém perguntasse o que você faria diferente, o que responderia?Se respondeu: “Eu mudaria tudo, faria tudo diferente!”. Cuidado! Isso é um sinal de que não tem acertado muito em suas decisões.Mas, se a resposta for “Não mudaria nada”. Aí você deve se preocupar. Tem coisa errada! Por que ...Não existe acerto sem erro;Não existe sucesso sem tentativas frustradas; Não existe felicidade sem decepções;Preste atenção como você está passando pela vida.Pode ser que ao invés de viver, você esteja apenas sobrevivendo.


 Nunca existiu uma pessoa como você antes, não existe ninguém neste mundo como você agora e nem nunca existirá.Veja só o respeito que a vida tem por você.Você é uma obra de arte impossível de repetir,incomparável, absolutamente única.Dê valor a isso!

autor desconhecido


sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Rede Globo escolhe Natal para cenário da próxima novela das 6 – “Flor do Caribe”


Gravações ocorrem na base aérea de Parnamirim, onde servirá de cenário para o protagonista Floriano, que será um piloto. Foto: Divulgação


A cidade do Natal foi escolhida pela Rede Globo para servir de cenário da próxima novela das 18h que irá ao ar de março a setembro de 2013 com o nome de Flor do Caribe. De autoria de Walter Negrão, a nova trama contará com a direção de Jaime Monjardim e a participação dos atores Henri Castelli e Grazy Massafera, como principais protagonistas.
Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira, 26, na Secretaria Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seturde), que contou com a presença de Tatynne Lauria, coordenadora de produção de Flor do Caribe, foram definidos os principais pontos do apoio logístico, ambiental e de segurança fundamentais para a realização das gravações.
Na ocasião, a secretária adjunta, Ana Cristina Felinto, disse que o apoio da Prefeitura do Natal se dará por meio da Seturde e Guarda Municipal, além das secretarias municipais de Mobilidade Urbana (Semob) e de Comunicação (Secom). A equipe da Globo também contará com o auxílio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.
“Daremos total apoio. Temos experiência nesse sentido porque já acompanhamos outras novelas que tiveram cenas gravadas aqui em Natal”, revelou o tenente coronel de operações da Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PMRN), Túlio César Alves de Oliveira. “Contamos com essa colaboração da Polícia Militar, da Guarda Municipal e do Corpo de Bombeiros porque estaremos gravando em muitos locais abertos, como praias, dunas e lagoas”, frisou Tatynne Lauria.
De acordo com ela, as gravações serão realizadas durante a semana para evitar grandes concentrações e não atrapalhar o turismo local. A história da novela fala de lugares paradisíacos e Natal apresenta essa característica. “O nosso objetivo é valorizar a região Nordeste, é mostrar Natal como ela é, com todos os seus pontos turísticos. Enfim, a cidade tem esse cenário desejado”, ressaltou Tatynne.
Segundo ela, as gravações serão realizadas no espaço de 40 dias, entre os meses de novembro e dezembro. Nesse período, deverão ser feitas todas as imagens de Natal para a novela inteira. “Esse material será mesclado com as cenas que serão produzidas na cidade cenográfica, montada no Rio de Janeiro”. O enredo da novela conta a história de um piloto de caça aérea, interpretado por Henri Casteli e de uma bugreira, por Grazi Massafera. As respectivas cenas serão realizadas na Base Aérea de Natal e na Praia de Genipabu.
Além disso, os pontos turísticos Forte dos Reis Magos e ponte Newton Navarro, bem como as praias de Pitangui, Pipa, dos Amores, Chapadão Vermelho (Tabatinga), Barra do Cunhau e Malemba. O roteiro também inclui as minas l

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Vereador do PT denuncia crise institucional no RN: “O governo está interferindo na autonomia dos poderes”


O vereador reeleito Fernando Lucena (PT) afirmou, durante pronunciamento na Câmara Municipal de Natal, que o estado do Rio Grande do Norte vive um momento de crise institucional com a falta do cumprimento, por parte do Poder Executivo, dos repasses constitucionais aos órgãos do Poder Judiciário: Tribunal de Justiça e Ministério Público. Segundo Lucena, o governo do Estado está se negando a repassar o que é de direito ao TJ e ao MP, gerando uma crise institucional grave no RN.
“Se trata do duodécimo, o repasse constitucional. Já pensou se o governo decide não repassar mais o duodécimo à Assembleia Legislativa? Se a Prefeitura decide fazer o mesmo com a Câmara Municipal? Na hora que o governo não repassa o percentual ao Judiciário e ao MP, está interferindo na autonomia dos poderes. Está errado. Se gasta mais ou menos, é outra discussão, mas o dinheiro tem que ser repassado, porque vivemos numa República, porque é de direito”, afirmou o vereador.
A presidente do Tribunal de Justiça, Judith Nunes, está em Brasília para uma reunião com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, relator do mandado de segurança interposto pelo TJ que visa a garantir o repasse de R$ 90 milhões que, pelos cálculos do TJ, teriam deixado de ser transferidos para a conta do Poder Judiciário Estadual. O governo alega diminuição dos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e crise financeira como motivo para a não integralização dos recursos
Segundo Lucena, o argumento “não justifica porque o dinheiro não é do governo”. “É como a história os repasses para a saúde, para a educação. Tem que ser repassado. Como o dinheiro é do TJ e do MP, o gestor não tem o direito de descumprir. Isso gera crise institucional, porque o TJ tem direito de receber. O recurso não é do governo, é do TJ”, afirmou.

PERIGOSO
O vereador cita ainda como “perigoso” o que o governo está fazendo em relação ao Poder Judiciário. “É questão muito perigosa. Porque todo mundo vai se achar no direito. A Prefeitura vai dizer que não repassa para a Câmara, o governo para a Assembleia. O governo federal não repassa para o Supremo. Os poderes são autônomos e independentes e os recursos são constitucionais”, observou.
Segundo Lucena, por mais que o secretário Obery Rodrigues tenha sido transparente em colocar a posição do governo, não justifica não repassar o recurso do tribunal. “É uma crise muito grave, já pensou se o Tribunal dependesse desse valor para pagar o salário dos juízes?”, afirma Lucena, acreditando que está havendo omissão de entidades da sociedade civil organizada, como a Ordem dos Advogados do Brasil, no sentido de se posicionar em relação ao que está acontecendo.

Com a Lei de Cotas, argumento de inclusão é extinto do vestibular da UFRN

Para a próxima edição do vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o antigo argumento de inclusão dos anos anteriores será substituído pela Lei de Cotas, que foi sancionada pela presidenta da República Dilma Roussef e publicado no Diário Oficial da União no último dia 15.
De acordo com a presidente da Comissão Permanente de Vesibular (Comperve), Magda Pinheiro, a UFRN oferecerá 3015 vagas, sendo 12,5% desse total destinadas às cotas raciais e sociais. Porém, só terá a chance de concorrer a uma vaga na universidade o estudante que conseguir atingir o ponto de corte mínimo de 450 pontos, independente do curso ou de ser cotista. 

terça-feira, 23 de outubro de 2012

89% querem reduzir maioridade penal no país


Para 50% da população, limite de prisão deveria ser maior que os atuais 30 anos, afirma estudo do Senado.
Pesquisa do Senado também perguntou sobre drogas aborto e outros temas.
Enquanto o Brasil assiste ao julgamento do mensalão, o Senado divulgou o resultado de uma pesquisa realizada pela sua Secretaria de Opinião Pública indicando que 89% da população é a favor de aumentar a maioridade penal. Divulgado hoje (23.out.2012), o estudo (aqui, na íntegra) foi realizado por telefone com 1.232 pessoas de 119 municípios, incluindo todas as capitais. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.
Os dados mostram que 20% dos brasileiros acham que a lei deveria permitir a prisão das pessoas a qualquer idade. Outros 16% acham que a maioridade penal deveria começar aos 12 anos. Para 18%, isso deveria ocorrer aos 14 anos. E 35% disseram que 16 anos é a idade mínima que alguém deve ter para ir preso. Só 7% concordam com a atual regra, que estabelece a maioridade penal a partir dos 18 anos. Deram outras respostas 3% dos entrevistados e 1% não soube ou não quis responder.
A pesquisa foi feita porque os senadores estão analisando um projeto de mudanças para o Código Penal, o PLS 236/2012. Outras perguntas também foram feitas aos entrevistados.
Os resultados mostram também que 50% da população acham que o limite de 30 anos de prisão deveria aumentar. O tempo máximo de reclusão deveria ser de 40 anos (para 9% dos entrevistados), 50 anos (para 36%) ou não ter limite (para 5%). A atual regra está correta para 17%. Mas 8% acham que deveria diminuir para 20 anos e 9%, para 10 anos. Outras respostas foram dadas por 6% e 9% não souberam ou não responderam à questão.
DROGAS
Sobre drogas, o estudo aponta 89% da população a favor da que a lei proíba que uma pessoa produza e guarde drogas para consumo próprio. Só 9% concordaram a permissão. E 1% não soube ou não quis responder à pergunta.

ABORTO
A maioria das pessoas (82%) é contra o aborto quando o procedimento é adotado porque a mulher não deseja o filho. Mas a maioria fica a favor do aborto quando a gravidez coloca a vida da mulher em risco (74%), é causada por estupro (78%) ou quando o bebê possa morrer após o nascimento por conta de doença (67%).


sábado, 20 de outubro de 2012

Horário de verão tem início neste domingo e relógios devem ser adiantados


Começa à 0h deste domingo (21) o horário de verão nos Estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Com ele, os relógios deverão ser adiantados em uma hora. A medida vai vigorar até o dia 17 de fevereiro de 2013.
A medida vigoraria também na Bahia, mas, na última quinta-feira (11), foi suspensa pelo governador Jaques Wagner. De acordo com a Secretaria de Comunicação do governo baiano, a decisão de Wagner “foi tomada após receber os resultados de uma pesquisa encomendada junto à população que indicou que 75% das pessoas são contra a adoção do horário antecipado”. Na véspera do anúncio, o governador também recebera representantes das seis maiores centrais sindicais do país que pediram a saída do Estado do horário de verão.
Em São Paulo, a Bovespa manterá pregão das 10h às 17h durante a vigência do horário de verão.
A expectativa do governo federal é que a medida alivie as redes de transmissão de energia nas faixas de horário de pico do consumo –sobretudo das 18h às 21h. A proposta é aproveitar a iluminação solar e diminuir o uso da iluminação artificial.
Na edição de 2011, vigente até fevereiro deste ano, a economia de energia chegou a 4,6%, conforme dados da ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico).
Este ano, a estimativa do governo federal é que, durante o horário, a diminuição da demanda de energia nos horários de pico fique entre 5% e 5,5%, com maior estabilidade ao sistema elétrico.
Por conta de um decreto presidencial, desde 2008 foram estabelecidas datas fixas para início e término do horário de verão. Até então, publicava-se um decreto para definição do período da mudança.
Com o decreto, todos os anos o horário tem início no terceiro domingo de outubro e termina no terceiro domingo de fevereiro. Caso a data coincida com o domingo de Carnaval, o fim do horário de verão acaba sendo transferido para o domingo seguinte.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Vamos apostar...vamos à luta....e venceremos...10% do PIB na educação


Câmara aprova investimento de 10% do PIB na educação
Projeto segue para o Senado. Se for aprovado sem alterações, só precisará da sanção presidencial
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira o Plano Nacional de Educação (PNE), que prevê a aplicação até 2020 de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) na educação. Atualmente esse percentual chega a 5%. A proposta inicial do governo era ampliar esse percentual para 7% ao longo dos próximos dez anos, mas um acordo entre governo e oposição garantiu apoio aos 10%
Como foi votada em caráter conclusivo, a proposta não passará pelo plenário da Câmara e seguirá para análise no Senado. Se aprovada pelos senadores sem alterações de mérito, o texto vai para sanção presidencial.
O PNE é o conjunto de metas do Ministério da Educação (MEC) que define objetivos para todos os níveis de ensino brasileiro e deveria estar em vigor desde 2010. No entanto, o texto divulgado pelo MEC em dezembro de 2010, até hoje não foi aprovado pelo Congresso. A principal discussão gira em torno do investimento do PIB na educação. 
O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, já se manifestou dizendo que o novo investimento será “uma tarefa política difícil de ser executada”. Segundo Mercadante, a medida implicaria em dobrar os recursos para a educação nos orçamentos das prefeituras, dos governos estaduais e do governo federal. "Equivale a colocar um MEC dentro do MEC, ou seja, tirar 85 bilhões de reais de outros ministérios para a educação", disse. Guido Mantega, ministro da Fazenda, também já se posicionou contra o investimento. "Com essa proposta, o Plano de Educação vai quebrar o estado brasileiro." 
Recentemente, a OCDE, organização que reúne nações desenvolvidas, divulgou um estudo que aponta que o Brasil foi o segundo país que mais aumentou a parcela do PIB investida em educação, atrás apenas da Rússia. Mais dinheiro, contudo, não foi suficiente para evitar que o país terminasse o período muito mal colocado no Pisa, avaliação internacional organizada pela própria OCDE.

Boa notícia para o professor do ensino fundamental

Senado aprova limite de 25 alunos por turma

Projeto segue para apreciação na Câmara dos Deputados

Aula de ensino fundamental em escola pública, Serrano do Maranhão/MA
Rede pública: menos alunos por sala de aula (Anderson Schneider)
A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou nesta terça-feira um projeto de lei (PLS 504/2011) que limita a 25 o número de alunos nas salas de aula da rede pública de ensino. A medida vale apenas para o ensino fundamental, que vai do 1º ao 9º ano. O texto segue agora para a Câmara dos Deputados. O projeto é de autoria de Humberto Costa (PT-PE) e altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei 9.394/1996).

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

PARABÉNS, PROFESSOR(A)!

Reconhecendo a importância de todos os outros profissionais, não tenho receio em dizer que O PROFESSOR é o  maior benemérito benfeitor deste país e de qualquer outro país. Orgulho-me sim de ser um deles, pois estou convicto de que o desenvolvimento econômico-social de uma nação somente acontece    pela educação. 
Ocorre-me atualmente ser Coordenador Geral do Núcleo Municipal do Sinte em Lajes juntamente com o professor Erinaldo de Abreu, e trabalho diariamente nas escolas: Pedro II (ensino médio)  e Terezinha Paulino(ensino fundamental em Natal). São três turnos em sala de aula. Afirmo isso porque essa é a realidade de grande número de educadores neste município, estado e país. Uma realidade inimaginável para algumas pessoas. Mesmo assim, a exemplo de centenas de profissionais dessa área, não cruzo os braços e não calo a voz diante do  não reconhecimento  do valor do magistério. Esse reconhecimento não passa apenas pela questão salarial - injusta, digo de passagem - e das condições de trabalho, mas em oportunizar indistintamente aperfeiçoamento profissional e respeito aos direitos já conquistados.
Direitos que em Lajes, especificamente, foram cassados por meio de um Plano de Cargos, Remuneração e Salários retrógrado. Contrariando os discursos em praça pública e no plenário da Câmara de Vereadores, quando ouvimos que educação é prioridade. Na prática isso nunca aconteceu em lugar nenhum. Todo investimento em educação é pouco, considerando que nessa área se trabalha com gente, com vidas, com a possibilidade de profissionalização, de uma perspectiva de vida melhor e mais digna. Investir em educação é investir na saúde e na segurança; por exemplo.Uma pessoa educada não comete crime, uma pessoa educada previne-se contra doenças. 
A deseducação de um povo tem consequências  imensuráveis. Como calcular o valor do progresso em uma comunidade ou a boa escolha de seus representantes? Talvez por isso alguns não invistam em educação e no professor, para que se perpetue a miserabilidade do povo e a sua imaturidade política.
Apesar disso, amigo(a) professor(a), não devemos deixar a desesperança nos tornar passíveis diante da realidade que nos é imposta. Dias melhores somente deixarão de ser um sonho se assumirmos nossa responsabilidade em defesa da educação em todos os espaços e momentos possíveis. 

Um grande abraço!

Professor Renier Luiz Martins Mendes

sábado, 13 de outubro de 2012

homenagem da CNTE aos educadores

Dia do Professor: parabéns pela luta!


cnte_dia_do_professor_banner_site_final
"A luta dos professores em defesa dos seus direitos e de sua dignidade deve ser entendida como um momento importante de sua prática docente, enquanto prática ética. Não é algo que vem de fora da atividade docente, mas algo que dela faz parte." (Paulo Freire)
A frase do pedagogo pernambucano, patrono da 8ª Conferência Nacional de Educação da CNTE, realizada em setembro em Recife, reforça a necessidade da luta incansável da categoria pela valorização permanente de todos os trabalhadores e trabalhadoras em educação.
Em 2012, a CNTE tem dado continuidade ao trabalhado firme pela garantia de direitos dos/as educadores/as e pela qualidade da educação pública. A aprovação do PNE na Câmara dos Deputados, a VI Marcha Nacional, que levou mais de 10 mil trabalhadores/as para a Esplanada dos Ministérios em Brasília, a Conferência de Educação na terra de Paulo Freire, e as mobilizações regionais contra a Adin dos governadores expressam as agendas de lutas de nossa Entidade pelo reconhecimento da educação como prioridade máxima do país.
Neste momento, a CNTE e seus sindicatos filiados esperam a aprovação do PNE, no Senado, com a destinação de 10% do PIB para a Educação Pública, patamar este a ser alcançado com a alocação de 100% dos royalties do pré-sal para a educação, conforme tem defendido a presidenta Dilma Rousseff e o ministro da educação, Aloizio Mercadante.
A CNTE também luta por uma educação democrática, e o Dia do Professor é mais uma oportunidade para lembrarmos à sociedade a importância da valorização da escola pública como instrumento de elevação das condições sociais do povo brasileiro. Para tanto, o Estado deve assegurar as condições de trabalho aos educadores – professores e funcionários – e de aprendizagem aos estudantes.
Neste dia 15, que todos os/as professores(as) e demais trabalhadores/as em educação tenham orgulho do seu trabalho e continuem lutando para transformar a educação do Brasil.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

TRANSCREVO OPINIÃO DE Bertolt Brecht :


"O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe ELE que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais. "

QUE DEUS ABENÇOE TODAS AS CRIANÇAS NO SEU DIA

Feliz Dia das Crianças

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

PT anuncia "voto crítico" em Carlos Eduardo

O PT anunciou há pouco, oficialmente, o apoio à candidatura de Carlos Eduardo (PDT) na disputa do segundo turno em Natal.  Com isso, o deputado estadual Fernando Mineiro e a deputada federal Fátima Bezerra podem participar da campanha do pedetista. Mas o diretório municipal explicou que será um "voto crítico". 
O teor da resolução divulgada durante reunião de dirigentes petistas com militantes e filiados à legenda, nesta quinta-feira à noite, no hotel Monza, explica que o apoio não é incondicional. 
A resolução explica que os petistas tomaram a decisão por entender que Carlos Eduardo poderá incorporar pontos do programa de governo do PT e que, além disso, "se constituti em um candidato de oposição" aos governos estadual e municipal.
O diretório do PT descartou a indicação de nomes para compor a equipe do ex-prefeito, se ele for eleito. E destacou que o candidato do PDT é "o que menos se distancia do projeto do PT".

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

"Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos..."

Passado o período eleitoral, sinto-me na obrigatoriedade de agradecer a todos os conterrâneos e conterrâneas o acolhimento em suas residências, a mão estendida durante as caminhadas e passeatas; o acenar nas carreatas, o abraço amigo. Foram momentos que não esquecerei porque me oportunizaram experiências incomuns. Quanto ao resultado das urnas, cito "Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos..." e o que isto quer dizer? Diz que cada povo tem o governo por ele escolhido, seja esse governante RUIM OU BOM. A partir dessa escolha pode-se ter o PROGRESSO ou não.
Contudo, continuarei minha luta em defesa dos mais humildes, em defesa de minha categoria (os trabalhadores em educação), enquanto militante da CUT; não calarei minha voz ao observar injustiças, corrupção, favorecimento, improbidade ou qualquer outro aspecto negativo que desfavoreça a igualdade de direitos, a transparência na administração pública, o uso correto do dinheiro público. Continuarei acreditando na possibilidade de renovação com qualidade na política da terra onde moro e onde nasci. Como também tenho consciência de que isso é um processo lento, mas que certamente ocorrerá. 
  
13OOO ABRAÇOS!

Professor Renier Luiz Martins Mendes

sábado, 6 de outubro de 2012

Incêndio no fórum municipal em Lajes

Incêndio toma conta do fórum municipal em Lajes neste início de noite. não se sabe o que ocasionou o incêndio. Somente perícia provavelmente aponte a causa. 


sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Enquanto agricultores em Lajes não têm máquinas à disposição para corte de terra...


Patrol de Lajes usada em Santana para beneficiar candidata irmã de Benes

Os ânimos estão mais do que acirrados em Santana dos Matos, O prefeito de Lajes fez mais uma de suas jogadas políticas para expandir seus domínios eleitoreiros, está investindo em Santana dos Matos.
Foto pertencente à Jr Cds
O investimento teve nome certo, Ionara - candidata à prefeita de lá. Faz poucos dias em um comício na dita cidade, um orador no palanque da candidata da oposição Lardjane bradou para quem quisesse ouvir:

"O prefeito de Lajes está trazendo a patrol da cidade dele para fazer servicinhos em troca de votos na comunidade de Santana". 

Enquanto alguns homens do campo precisam alugar serviços de terraplanagem, "nossa patrol" vai para Santana fazer serviços gratuitos.

Pesquisando sobre o assunto encontrei esta pérola:    

"PREFEITO ASSIS, GOSTARIA DE SABER SE ALÉM DA TESOURARIA DA FEMURN TEM TAMBÉM OS CORTES DE TERRAS NAS ESTRADAS DE SANTANA DO MATOS COM A PATROL DA PREFEITURA DE LAJES E SE O COMBUSTÍVEL COLOCADO NA MESMA PAGO COM O NOSSO DINHEIRO E SE TEM CONVÊNIO OU É SIMPLESMENTE ELEITOREIRO, E COMO ELE VAI JUSTIFICAR TODO ESSE ÓLEO DIESEL, COM A PALAVRA A CÂMARA MUNICIPAL, SENHORES VEREADORES PEÇAM INFORMAÇÕES AO CHEFE DO EXECUTIVO."

O comentário de um cidadão santanense.

A fonte é http://www.edilimafreire.com.br/noticia.php?id=MzQ3NA==, acessado em 04/10/2012

terça-feira, 2 de outubro de 2012

NATAL RECONHECE A IMPORTÂNCIA DO(A) PROFESSOR(A)


"Ao ler está matéria fiquei muito feliz porque a conheço, sei da sua coragem. Ambos lutamos em defesa da categoria dos educadores inclusive defendendo renovação sindical. Entendo essa opção por Amanda como um reconhecimento a quem não se omitiu em denunciar a situação de sua categoria."

 (prof Renier Luiz) 

Amanda Gurgel lidera pesquisa para a Câmara de Natal e pode ter 28 mil votos

Data: 02 outubro 2012 - Hora: 15:36 - Por: Portal JH
A “professorinha” Amanda Gurgel, do PSTU, continua sendo um fenômeno em sua primeira campanha eleitoral. Despontando em todas as pesquisas de intenção de voto para vereador como uma das mais citadas, Amanda foi a primeira nos números divulgados pela Consult. Teve 5,39% das citações de voto, o que representa, se o cenário demonstrado na pesquisa for repetido nas eleições, mais de 28 mil votos.
Para se ter uma ideia desse montante, Paulo Wagner, em 2008, foi o vereador mais votado, com 14 mil votos e conseguiu puxar Aquino Neto e Edivan Martins, ambos do PV, para a Câmara. Por isso, caso o cenário se confirme nas urnas, Amanda Gurgel vai poder levar para o Poder Legislativo municipal nomes como os dos candidatos Santino Arruda e Sandro Pimentel.
“Amanda Gurgel já vinha se destacando nas pesquisas anteriores e não chega a ser uma surpresa esse crescimento dela. Porém, resta saber se a coligação a qual pertence conseguirá elegê-la, afinal, além dos votos dela, é preciso que os demais candidatos também sejam bem votados”, avaliou o diretor da Consult, Paulo de Tarso.
Continuando na lista dos mais votados pela Consult, aparecem Chagas Catarino (3,67%), Luiz Almir (3,44), novamente como terceiro mais citado, Adão Eridan e Aquino Neto (ambos 2,22%). Rafael Mota, filho do presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ricardo Mota, ficou logo depois. Na primeira disputa eleitoral dele, teria 2,17%.
Atual presidente da Câmara Municipal, Edivan Martins ficou com 1,72%. Raniere Barbosa, um dos principais apoiadores de Carlos Eduardo Alves, ficou com 1,5%. Ele, inclusive, seria o mais votado da coligação União por Natal II, à frente de Vober Júnior, George Câmara e Justina Iva, que não aparecem entre os 30 mais citados.
Do grupo do PSB/PDT, a coligação União por Natal I, Júlia Arruda (PSB) e Júlio Protásio seriam os mais votados. Além deles, Franklin Capistrano e Bispo Francisco de Assis também aparecem dentro das 29 vagas da Câmara Municipal de Natal. “A listagem demonstra os mais votados, mas isso não quer dizer que demonstra os eleitos. Desses 30 primeiros, podemos ressaltar 20 ou 25 que são nomes que, realmente, devem ir para a Câmara, baseado no cálculo de uma eleição proporcional”, explicou Paulo de Tarso.
 COEFICIENTE ELEITORAL
Por isso, como o próprio diretor da Consult ressaltou, é importante ressaltar que apesar da pesquisa demonstrar os mais votados, a eleição proporcional não elege, especificamente, aqueles que foram melhores nas urnas. A eleição é feita por meio de coligação, onde as mais votadas conseguem mais cadeiras na Câmara Municipal.
Sendo assim, pode ocorrer que um candidato muito votado fique de fora e outro, que recebeu menos voto, por estar em uma coligação “mais forte”, entre. Por sinal, esse foi um dos fatores que fez o PT não se coligar com nenhum outro partido. Porém, segundo a pesquisa da Consult, o mais votado do partido seria o vereador Fernando Lucena.

Papa ganha Lamborghini e decide leiloá-lo

O Papa Francisco foi presenteado nesta quarta-feira com um modelo especial da marca de automóveis de luxo Lamborghini, de cor branca, que ...