Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

"Quem cala, consente"

Por professor Renier Luiz: A população do RN se calou e o governo agiu contraindo uma dívida que será paga durante 20 anos. Aquele que não se manifesta contra uma atitude concorda com ela. Desde o século 13, este é o significado da máxima “quem cala, consente”. Presente em várias línguas, como o inglês (“Silence gives consent”) e o espanhol (“Quien calla otorga”), a expressão foi cunhada por Bonifácio VIII, papa entre 1294 e 1303, em uma de suas decretais. Por Roberto Lucena (repórter):Governo inicia pagamento da Arena
O Governo do Estado efetuou o pagamento da primeira parcela de contraprestação pública pela construção e administração do estádio Arena das Dunas à construtora OAS. Até dezembro de 2022, serão depositadas parcelas de R$ 10,2 milhões na conta da construtora. A partir de 2023, o valor sofrerá redução e, ao final dos 17 anos de repasses mensais, o Estado terá pago mais de R$ 1 bilhão à empreiteira.
Emanuel AmaralAo passo que começa a pagar a dívida da Arena, gov…

POLÍTICA

Assessor de Marina Silva: “Henrique Alves representa o que há de pior na política” "Henrique Alves é da turma do Eduardo Cunha, a figura que mais representa o atraso e os vícios da política nacional" O receio de parecer o lançamento de uma candidatura antes do período permitido não foi o único motivador das respostas evasivas da ex-governadora Wilma de Faria no evento do PMDB nesta sexta-feira, no hotel Praiamar. O fato é que o partido dela, o PSB, ainda não aceitou a desistência de Wilma da disputa pelo Governo do Estado e, aceitou menos ainda, a aliança com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, do PMDB. A situação seria tão grave que Wilma teria até comunicado a Henrique que estava com dificuldades para convencer a Executiva Nacional peessebista, segundo noticiou o jornal Estadão. A informação, inclusive, justifica a evasividade de Wilma nas respostas quando questionada se a presença dela no evento do PMDB, confirmava o apoio …

Mudança de hábito

Aumenta o número de profissionais com carreira consolidada e ótimos salários, como médicos, dentistas e sociólogos, que abandonam tudo para se tornar padresRodrigo Cardoso (rcardoso@istoe.com.br)

O paraense Renato Sarmento cresceu cultivando o sonho de se formar em medicina. Primogênito de três filhos de um comerciante e uma contabilista, só conseguiu concretizá-lo depois de tirar a sorte grande. Ele acertou a quina da Mega Sena, em 2007 e, com os R$ 18 mil do prêmio, pagou um semestre inteiro em uma faculdade privada. Mais adiante, conseguiu um financiamento estudantil para arcar com o restante do curso. Assim, pôde se tornar o primeiro médico da família. Empregado em dois postos de saúde e num hospital público em sua cidade natal, Paragominas, o rapaz tinha carro, um salário de R$ 17 mil e namorava. Sua carreira ia tão bem que conseguiu um estágio no departamento de neurocirurgia do Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo. Mas Sarmento não se achava pleno. “Sen…

Governo do RN deve `a educação: deixaram de ser investidos cerca de 230.150.299,50

Se alguém acha que não existe motivo para greve na educação, eis um motivo. Enquanto um professor(a) está em sala de aula, na maioria dos casos, sem as necessárias condições de trabalho quanto aos recursos didáticos e pedagógicos, sem se considerar direitos como promoções, licenças, cumprimento da lei do piso, aposentadorias, entre outros; o percentual MÍNIMO das receitas geradas por impostos que deveriam ser investidos na educação evapora-se. Será que realmente não existem  recursos para a educação? Será que isso ocorre somente no Estado? ficam as perguntas.  (por professor Renier Luiz) Do Jornal Tribuna do Norte: MP acusa Rosalba de não aplicar corretamente recursos para EducaçãoO Ministério Público do Estado ajuizou uma nova ação de improbidade administrativa contra a governadora Rosalba Ciarlini e o secretário estadual de Planejamento, Obery Rodrigues por não aplicarem o mínimo de 25% da receita gerada por impostos na Educação. A ação teve origem após representação formulada pe…

Em dia nacional de mobilização, professores vão às ruas em Natal

17 dia março, primeiro dia da parada nacional em defesa da educação pública, professores(as) fazem mais uma caminhada com saída do IFRN na Salgado Filho até o Centro Administrativo. Carregando flores, bandeiras e alguns vestindo o branco - uma alusão a paz - deslocaram-se sem sobressaltos, informando a população os motivos da greve no estado e o desrespeito à categoria no tocante aos seus direitos sempre negados. Na sede do governo, os professores não subiram a rampa, assim como na Secretaria de Educação( que fechou totalmente as portas), pois policiais guardavam os locais e fitas de isolamento foram usadas não permitindo o acesso. Serão 3 dias de parada e uma programação divulgada no site do SINTE orienta quanto à participação dos seus associados. Os professores também ofereceram flores aos policiais na rampa da governadoria como sinal de PAZ. Como não permitiram a entrada do carro de som grande, o SINTE surpreendeu ao improvisar o uso do som de um carro de passeio particular.
fotos …

Em Lajes, o Código de Trânsito não existe

Infelizmente, algumas pessoas continuam não entendendo que, para conduzir um veículo automotor, obrigatoriamente deve-se ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com prazo de validade não vencido. Em lajes, o Código Nacional de Trânsito não existe. Muita gente conduz veículo sem habilitação, inclusive menores de 18 anos, esses com a conivência dos proprietários dos veículos ( pais ou não). Não precisa muito esforço para se verificar isso. Basta uma permanência de 30 minutos no centro da cidade ou numa via de considerável movimentação e o fato é comprovado. E se algum acidente acontecer? Vejo constantemente 3 ou 4 pessoas (menores) numa moto, às vezes, conduzindo-a velozmente, carros e motos sem placa, crianças recém-nascidas em moto. E as justificativas para que tudo isso aconteça são as mais absurdas. Alô, Ministério Público!