Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

Juiz relata esquema de compra de votos no atacado, grosso, varejo e na queima

Herval Sampaio afirma que votos são comprados quando se paga a deputados, lideranças e eleitores
Considerado por muitos como o juiz mais polêmico dos últimos anos, Herval Sampaio utilizou o perfil dele no Twitter para, mais uma vez, falar das várias irregularidades que constatou quando foi juiz eleitoral (entre 2010 e 2012, na região de Mossoró). Desta vez, o tema escolhido pelo magistrado dentro do hall de irregularidades foi a compra de votos que, segundo ele, acontece em quatro momentos no Rio Grande de Norte. “Do meu conhecimento, há quatro fases de compra de votos: no atacado, no grosso, no varejo e na queima”, afirmou o juiz Herval Sampaio, responsável por cassar a, agora, ex-prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, do DEM, e, ainda, a adversária dela, Larissa Rosado, do PSB, por abuso de poder e, no caso de Cláudia, compra de votos. “No atacado, compram deputados; no grosso, prefeitos; no varejo, vereadores e cabos eleitorais e, na queima, votos na boca da ur…

Educação

Esta situação é vivenciada em quase todas as escolas no RN; entretanto, quando os professores(as) denunciam tal descalabro, a sociedade não se une a eles na busca de solução desse problema, dentre tantos outros. Estou postando as informações abaixo porque elas são realmente inusitadas. A comunidade escolar não pode mais calar. Vemos todos os candidatos, num período eleitoral, colocando EDUCAÇÃO como prioridade em seus discursos. Uma vez eleitos, o que era prioridade  vira esquecimento. (Prof Renier)
Escola em Natal entra na justiça contra Estado por falta de professores Diretora revela que o problema é freqüente e que há dois meses aguarda que a Secretaria envie dois professores à unidade
Foto: José Aldenir
Alessandra Bernardo
alessabsl@gmail.com

Cansados de conviverem com a constante falta de professores e de esperarem que a Secretaria de Estado da Educação (Seec) supra essa necessidade, os integrantes do conselho da Escola Estadual Hegésippo Reis, em Nova Descoberta,…

16 Estados do País têm piora na rede pública do ensino médio, entre eles o RN

O Ideb avalia a qualidade do ensino do país com base em dados sobre aprovação e desempenho escolar obtidos por meio de avaliações do MEC
O índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do ensino médio na rede pública de 16 Estados piorou em relação a 2011, segundo dados divulgados pelo governo federal nesta sexta-feira. Nenhuma das metas de avanço da nota do Ideb para o Brasil foram alcançadas no ensino médio. Já a pontuação para os primeiros anos do ensino fundamental (1° ao 5° ano) no País aumentou 0,2 pontos, passando de 5 para 5,2. Nos últimos anos do ensino fundamental (6° ao 9° ano) houve avanço de 0,1 pontos. O ensino médio é de responsabilidade majoritariamente dos governos estaduais, embora o Ministério da Educação (MEC) crie diretrizes para serem seguidas. Os Estados que apresentaram piora na nota da rede pública para o ensino médio foram: Amazonas, Roraima, Pará, Amapá, Tocantins, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Sergipe, Bahia, Minas G…