Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2015

Brasil e China vão construir ferrovia do Atlântico ao Pacífico

A presidenta Dilma Rousseff e o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, assinaram hoje (19) um plano de cooperação até 2021. Os dois países firmaram 35 acordos, entre os quais um que trata de estudos de viabilidade para construção de uma ferrovia para ligar o Brasil ao Oceano Pacífico, passando pelo Peru, chamada de Ferrovia Transoceânica. “A ferrovia vai cruzar o país de leste a oeste, portanto, o continente, porque ligará o Oceano Atlântico ao Pacífico. É um novo caminho que se abrirá para a Ásia, reduzindo distâncias e custos. Um novo caminho que nos levará diretamente ao Pacífico, até os portos da China”, explicou Dilma, em declaração de imprensa, após a assinatura de acordos com o chinês. (Foto: Agência Brasil) Segundo Dilma, os atos assinados hoje representam investimentos de US$ 53 bilhões e abrangem áreas de planejamento estratégico, infraestrutura, transporte, agricultura, energia, mineração, ciência e tecnologia, comércio, entre outras. Na lista, está o acordo…

Governo reafirma a servidores que não vai reajustar salários em 2015

O Governo do Estado reforçou aos Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Indireta do RN (Sinai-RN) que não irá reajustar os salários do funcionalismo público em 2015. Em entrevista à TRIBUNA DO NORTE no último domingo, o governador Robinson Faria já havia adiantado que, por causa dos problemas financeiros do estado, está impedido de conceder qualquer tipo de aumento.

Em audiência realizada na manhã de ontem (11), o Sinai apresentou os itens de pauta da Campanha Salarial deste ano, entre eles a incorporação da data-base e a abertura de novos concursos. Entretanto, o governo alegou queda nas receitas e um débito de cerca de R$ 600 milhões deixado pela gestão anterior.
Para Santino Arruda, secretário geral do sindicato, os funcionários públicos não podem ser responsabilizados pela crise financeira do estado. “O sindicato entende a situação, entretanto, esta situação foi criada pelos governos passados. Isso é resultado de pelo menos 20 anos de gestões desastrosas.…

Aos trabalhadores: