sábado, 22 de agosto de 2015

4 estranhas diferenças entre pessoas diurnas e noturnas

Como e quanto uma pessoa dorme são fatores que dizem muito sobre ela. Este tipo de inclinação que nos leva a sermos mais ativos durante o dia ou noite é conhecida como “cronotipo”. Pessoas diurnas tendem a dormir e acordar mais cedo, começando o dia a todo vapor. Pessoas noturnas são conhecidas por irem para cama de madrugada e dormirem até tarde.“Existem pessoas que não despertam de verdade antes do fim da manhã”, diz Nzinga Harrison, chefe do Anka Behavioral Health, Inc. O seu cronotipo pode ter um grande impacto em sua vida, personalidade, estilo de vida e saúde. Porém, embora a ciência nos esclareça muitas coisas sobre o comportamento humano, existem aspectos que variam de pessoa para pessoa. Então, por mais que você se considere uma pessoa noturna, é possível que não se identifique com tudo que será dito aqui. Continue lendo para descobrir o que o seu horário de dormir diz sobre você, e saber como você pode usar isso a seu favor.
1. PersonalidadePessoas diurnas são mais inclinadas do que as noturnas a seguir um plano e concluí-lo, diz Scott Weiss, proprietário e diretor clínico da Bodhizone for Human Performance & Wellness. “Estes tipos sofrem menos de depressão e falta de concentração”. Frequentemente, eles também têm mais autocontrole e uma maior capacidade de retardar um prazer. Por outro lado, “pessoas noturnas tendem a serem mais divertidas, impulsivas, extrovertidas e capazes de assumir riscos”, diz o cientista e nutricionista Pam Peeke. Pessoas noturnas também tendem a serem mais criativas.
Um estudo da revista Learning and Individual Differences apontou que pessoas noturnas estão positivamente relacionadas à capacidade cognitiva e negativamente relacionadas ao desempenho acadêmico, exatamente o contrário do que ocorre com as diurnas.
2. Escolhas de carreiraPessoas diurnas parecem mais inclinadas a buscar estilos de vida mais convencionais, enquanto as noturnas costumam gravitar entre artes e empreendimentos empresariais, diz Ben Michaelis, psicólogo e autor do livro “Your Next Big Thing.” “Definitivamente percebo um padrão nas pessoas que se sentem mais criativas e inspiradas à noite” ele diz.
O médico e educador Nzinga Harrison sugere que, no mundo corporativo, as chances são mais favoráveis às pessoas diurnas. “Uma pessoa noturna que trabalha em qualquer empresa americana, onde as reuniões e o expediente começam cedo, pode ter seu desempenho afetado negativamente, diminuindo sua autoestima e sua felicidade em geral”.
Inversamente, “se um indivíduo diurno tentar se adaptar a um estilo de vida noturno, focado no presente e que demande a necessidade de assumir riscos, ele poderá sofrer de fadiga, cansaço e dificuldade de manter uma linha de pensamento. Infelicidade e problemas de autoestima podem resultar disso”, diz Harrison.
3. Biologia“Pessoas diurnas tendem a ter uma frequência cardíaca menor, não sofrer tanto com apneia do sono e pesar menos do que pessoas diurnas”, diz Jo Lichten, nutricionista e autora do livro Reboot: How to Power Up Your Energy, Focus, and Productivity. Pessoas noturnas, por outro lado, costumam ter níveis mais baixos de colesterol e níveis mais altos de cortisol, o hormônio do estresse, diz Pam Peeke, conselheira sênior do Elements Behavioral Health. Pessoas noturnas são geralmente mais ansiosas do que as diurnas, têm uma maior propensão ao TDAH, consomem maiores quantidades de cafeína e álcool, além de terem mais problemas com vícios. “Pessoas diurnas resistem melhor ao estresse e são mais satisfeitas com a vida, além de sofrerem menos com abuso de substâncias. Pessoas noturnas conseguem se concentrar melhor durante o dia, enquanto a atenção de uma pessoa diurna cai drasticamente no meio da tarde”.
4. Hábitos alimentares"Pessoas diurnas tomam café da manhã mais cedo, enquanto as noturnas gostam de fazer refeições tarde da noite”, diz a cientista e nutricionista Pam Peeke. “Após as 20:00, pessoas noturnas consomem duas vezes mais calorias do que as diurnas”, ela continua. “Mas estas refeições podem ser menos satisfatórias porque os níveis de leptina são mais baixos à noite, o que diminui a sensação de saciedade”.
    Como resultado, as pessoas noturnas têm mais problemas de peso e obesidade. Outro fator importante aqui é a frequente privação de sono daqueles que dormem tarde e precisam acordar cedo para trabalhar, A privação de sono, diz Peeke, pode causar uma desregulação da leptina e grelina, os hormônios da fome, resultando no consumo excessivo de alimentos ricos em carboidratos, especialmente açúcar refinado.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Margaridas marcham em defesa de igualdade e democracia


Na manhã desta quarta-feira (12) a Esplanada dos Ministérios foi palco para aproximadamente 70 mil mulheres de todo o Brasil e América Latina marcharem por seus direitos. Milhares de Margaridas do campo, das águas, da floresta e da cidade seguiram do Mané Garrincha até o Congresso Nacional com faixas, bandeiras e gritos de guerra, em todos os sotaques, pedindo, entre outras coisas, desenvolvimento, democracia, igualdade de direitos e o fim da violência contra a mulher.
Em frente ao Congresso, a voz feminina ecoou e deu o seu recado aos parlamentares e toda sociedade."Não à violência, não ao golpismo! Sim à igualdade, à democracia". Com o apoio das entidades parceiras como CTB, CUT, diversos movimentos sociais e alguns deputados, a marcha seguiu até o meio dia.
Presente no ato, a deputada Jandira Feghali (PCdoB) ressaltou a importância da mobilização. “Esta Marcha se iniciou de uma luta contra o extermínio, contra a violência, contra o assassinato de uma mulher – Margarida Alves, mas ampliou-se e hoje demarca pautas e bandeiras fundamentais para essas mulheres. A marcha tem um peso enorme – ela mobiliza politicamente o Congresso, o governo, para que avancem – e tem obtido vitórias, mas precisamos avançar mais. E o mais importante – a Marcha, a medida que vai andando, passa força, solidariedade, afeto e possibilita a integração dessas mulheres. Para nós é um exemplo fenomenal”, pontuou Feghali.
Em nome de todas as manifestantes, a Secretária de Mulheres Trabalhadoras Rurais da Contag, entidade responsável pelo evento, Alessandra Lunas, declarou: “Viemos dizer a essa sociedade que as mulheres sabem o que querem. Estamos nas ruas para dar vida à nossa voz em defesa da democracia e da igualdade. Viemos dizer a esse Congresso que esta Casa tem que ouvir a voz feminina desse País - somos 52% da população. As margaridas estão aqui nas ruas, acima de tudo, para pedir aos deputados e senadores que aprovem a proposta de criação do Fundo Nacional de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, que está parada, esperando votação desde abril de 2014. É uma vergonha! Sem recursos não há como combater este mal”.
Ruth de Souza, CTB-DF

Motor que pode superar a velocidade da luz é testado com sucesso

  Viajar na velocidade da luz é um sonho distante? Não tanto. Uma equipe de cientistas liderada pelo pesquisador Martin Tajmar, da Universidade Técnica de Dresden, mostrou resultados surpreendentes sobre o funcionamento de um novo motor para viagens espaciais.

A importância desse motor é gigantesca para a ciência: ele utiliza cavidades das microondas eletromagnéticas para transformar energia elétrica em impulso. Muitos acreditam que sua utilização pode ser o ponto de partida para construção de motores “warp”.

Esse tipo de motor seria o passo definitivo para se atingir a velocidade da luz. Os “warp” são capazes de duplicar o espaço-tempo e viajar mais rapidamente do que a própria luz. Seria a chegada definitiva da humanidade a um patamar só atingido em filmes de ficção.

“É a primeira vez que alguém participa com um laboratório bem equipado e uma grande experiência no seguimento do erro experimental, em vez de engenheiros que pode, inconscientemente, estar influenciados pelo desejo de ver que o propulsor funciona”, explica Tajmar.

Para o responsável por conduzir o estudo, o novo propulsor, se passar por mais testes, irá revolucionar o método de se viajar pelo espaço. Por exemplo, ele faria com que a ida à Lua durasse apenas quatro horas e uma viagem para Marte apenas 70 dias. A Nasa, é claro, acompanha de perto os testes — e participa de alguns deles.

Papa ganha Lamborghini e decide leiloá-lo

O Papa Francisco foi presenteado nesta quarta-feira com um modelo especial da marca de automóveis de luxo Lamborghini, de cor branca, que ...