quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Governo prevê salário mínimo de R$ 670,95 para 2013

O Ministério do Planejamento fixou em R$ 670,95 o valor do salário mínimo a partir de janeiro de 2013. Essa é a proposta que o governo federal incluiu no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) enviado hoje (30) ao Congresso Nacional. O novo valor é 7,9% maior que os R$ 622 pagos atualmente.

A Ploa traz a previsão de gastos do governo para o próximo ano. O novo valor do mínimo passa a ser pago a partir de fevereiro, referente ao mês de janeiro. O reajuste inclui a variação de 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) de 2011 e a estimativa de que a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) previsto para o ano de 5%.
A estimativa do governo é que cada R$ 1 de avanço no mínimo gere despesas de R$ 308 milhões ao governo. Com isso, o aumento de R$ 48 concedido pelo governo causará impacto de cerca de R$ 15,1 bilhões aos cofres públicos.
O INPC é o índice utilizado nas negociações salariais dos sindicatos e faz parte do acordo de evolução do salário mínimo fechado entre governo e centrais sindicais.

domingo, 26 de agosto de 2012

20 anos da abertura do impeachment de Collor

Por professor Renier:
"Lendo esta matéria lembrei-me de que os jovens tiveram participação ativa nesse episódio da história do Brasil.Os jovens foram às ruas em todas as grandes cidades do país numa mobilização que certamente contribuiu para a renúncia do então presidente Collor. Quem sabe a juventude aqui em Lajes acorda e resolve dar um basta na mesmice, resolve renovar e vai às ruas e vai às urnas, conscientemente, manifestando a sua vontade de mudança e fazendo a diferença!"

Por Allan Darlyson(Diário de Natal):


Corrupção. O povo nas ruas. Primeiro Presidente da República eleito em votação direta após o golpe militar deposto. A próxima quarta-feira (29) marca o "aniversário" de 20 anos da abertura do processo de impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTB-AL). Depois de ter sido eleito nos braços da população, Collor amargou o marco histórico de ter sido o único presidente deposto de forma democrática. O impeachment marcou o início da participação popular na política brasileira.
Em 1992, a bancada do Rio Grande do Norte no Senado Federal era composta por Garibaldi Alves Filho (PMDB), Dario Macêdo - que havia substituído José Agripino Maia (DEM), eleito governador naquele ano e Lavoisier Maia (PSB). Os deputados federais eram Aluízio Alves, Fernando Freire (PMDB), Flávio Rocha, Henrique Alves (PMDB), Iberê Ferreira (PSB), João Faustino (PSDB), Laíre Rosado (PSDB) e Ney Lopes de Souza (DEM). Em entrevista a O   Poti/Diário de Natal, Ney Lopes relembrou os bastidores desse marco na política brasileira.

O democrata frisou que tudo começou com as denúncias de Pedro Collor, irmão do ex-presidente. "Ele acusava o tesoureiro da campanha do seu irmão, o empresário Paulo César Farias, de articular um esquema de tráfico de influência, loteamento de cargos públicos e cobrança de propina dentro do próprio governo. Pedro Collor chamou o empresário PC Farias de 'lepra ambulante'. Foi mais adiante e acusou o irmão de ser beneficiário desse esquema e outros ministros e assessores", contou. 

O ex-parlamentar, que votou a favor do impeachment, destacou que, após as denúncias, o segundo passo para o impedimento foi a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou o ex-presidente. "Menos de um mês depois, instalou-se no Congresso Nacional a chamada CPI do PC. Recordo que no dia da instalação da CPI, conversando com o deputado Luís Eduardo Magalhães, ouvi dele a frase: "esta Comissão se sabe como começa; não se sabe como terminará".

Ney sublinhou que o movimento popular contra Collor foi liderado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), que posteriormente viria a assumir o comando do País e protagonizar diversos escândalos de corrupção, sendo o maior deles conhecido como "mensalão", que está sendo julgado agora pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O PT, com a participação direta do então presidente do partido Luís Inácio Lula da Silva, assumiu a liderança do movimento pró afastamento do presidente Collor. Mobilizou os caras pintadas", destacou. 

O presidente da CPI que derrubou Collor foi o deputado o baiano Benito Gama (PTB), atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte. Lopes destacou que a renúncia do ex-presidente do cargo não impediu sua condenação no processo de impeachment, que ocorreu em dezembro de 1992. "O relatório final da CPI foi aprovado e pedido o impeachment do presidente. Em votação aberta, que mobilizou o País, os deputados votaram pela abertura de processo de impeachment de Collor, que em seguida renunciou ao cargo. Entretanto,o processo já estava aberto, razão pela qual teve seus direitos políticos cassados por oito anos", explicou. 

educação:Os bons exemplos da rede pública

Escolher a melhor escola para o filho não uma tarefa das mais fáceis. É sempre muito complicado para os pais e necessita de muita calma e pesquisa antes da decisão. Uma ajudinha de especialistas é sempre muito bem-vinda. Afinal, o que deve ser levado em consideração, o comprometimento dos profes
Escosores, uma boa gestão, rigor na disciplina? Essas questões têm permeado o aglomerado de dúvidas dos pais. Um dos mais importantes diferenciais para auxiliar nessa decisão são os resultados dos Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) obtidos por cada escola. Criado em 2005, o Ideb é calculado a cada dois anos com base no desempenho dos alunos na Prova Brasil, de português e matemática, e na taxa de aprovação das escolas. A avaliação é aplicada a alunos da 4ª e 5ª séries e da 8ª e 9ª séries de todas as escolas públicas com mais de 20 alunos matriculados na turma. Estudantes do 3º ano do ensino médio e de escolas particulares são avaliados de forma amostral.

Suporte
Um dado comum entre as escolas que lideram o ranking é que boa parte delas é ligada a instituições que primam pela disciplina e pela qualidade do ensino. A Escola Estadual Presidente Kennedy compõe um complexo de ensino, recebendo formação continuada do Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy; a Escola Estadual Ambulatório Padre João Maria é ligada à Igreja Católica; a Escola Municipal 4º Centenário tem parceria com a Universidade Potiguar e a Escola Estadual Newton Braga está situada dentro do espaço de um distrito da Marinha do Brasil. 

Das muitas expectativas que rondam as cabeças dos pais para o ensino dos filhos e, a partir dos dados do Ideb, os gestores das escolas que lideram o ranking traçaram o perfil da melhor escola, o que dá para concluir que, apesar de todos os problemas que o ensino público enfrenta de uma forma geral, como greves, irregularidade na merenda e falta de material didático, dentre muitos outros, ainda é possível se fazer uma escola pública de excelência. Para tanto, basta ousar fazer o melhor.

A primeira observação colhidas dessas escolas é que o ensino não depende apenas de fatores isolados como um bom ambiente físico, bons professores, um bom planejamento pedagógico, uma boa quadra de esporte, merenda em dia ou professores engajados, mas sim de todos esses fatores agindo conjuntamente a fim de um melhor aproveitamento por parte dos educandos. Daí chega-se ao sumo da questão: para tudo isso funcionar bem é necessário uma boa gestão escolar e a participação da família em todo processo educacional. São fatores decisivos que vão contribuir para um excelente desenvolvimento pedagógico e disciplinar e para a escola assumir os primeiros lugares no Ideb.

O resultado de todo esse sucesso é que, com a exceção do primeiro ano, conseguir vaga nessas escolas não é fácil. Não existe praticamente evasão e transferências ocorrem somente quando os pais se mudam de bairro ou da cidade.

sábado, 25 de agosto de 2012

Primeiro homem a pisar na Lua, Neil Armstrong morre aos 82 anos


Armstrong morreu aos 82 anos de problemas no coração
Armstrong foi o primeiro homem a pisar na Lua
O norte-americano Neil Armstrong, o primeiro homem a pisar na lua, morreu aos 82 anos neste sábado. o ex-astronauta havia passado por uma cirurgia cardíaca no começo deste mês, apenas dois dias antes de ser aniversário no dia 5, para desbloquear a artéria coronária.
Como comandante da Apolo 11, Armstrong foi o primeiro homem a pisar na Lua, no dia 20 de julho de 1969, e também autor de uma das principais frases da história contemporânea: "É um pequeno passo para um homem, mas um salto gigante para a humanidade"

A missão da Apolo 11 foi a última do astronauta. No ano seguinte Armstrong assumiu um cargo administrativo na NASA, mas resolveu deixar o emprego para ser professor de engenharia na universidade de Cincinnati.

* Com informações da Reuters

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Governo defende 100% dos royalties do petróleo para educação

O governo decidiu jogar para o Congresso a responsabilidade de garantir o cumprimento da meta de investimento de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) em educação, prevista no Plano Nacional de Educação (PNE), que direciona as políticas para a área nos próximos dez anos. A única saída, de acordo com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, é direcionar 100% dos royalties do petróleo ainda não divididos, incluindo os do pré-sal, e 50% do Fundo Social do Pré-sal para investimentos em educação, propostas que tramitam no Congresso.
“No Orçamento, o dinheiro só entra se tiver definida uma fonte. Como dificilmente o Congresso vai aprovar aumento de impostos para poder garantir esse aumento de recursos para educação e, como não temos margem para tirar de outras áreas, o melhor caminho é encontrar uma fonte viável e que aumente cada vez mais a receita. O governo só vê uma fonte que realmente viabilize essa trajetória: os royalties do petróleo e do pré-sal, não daquilo que já foi dividido, e pelo menos metade do fundo de partilha, para financiar a educação", disse hoje (22) após reunião com a presidenta Dilma Rousseff e entidades estudantis.
Segundo Mercadante, o governo vai mobilizar a base aliada para aprovar as duas propostas e discutir a questão com governadores e prefeitos de municípios que recebem ou receberão dinheiro do petróleo. “Vamos defender com bastante convicção que todos os royalties do petróleo e pelo menos metade do Fundo Social do Pré-sal sejam canalizados para educação em todos os níveis. Vamos dialogar com governadores, prefeitos, com as lideranças partidárias. Eu não sou mais líder do governo, mas vou atuar quase como um nessa questão. Vou me empenhar muito para aprovar [a proposta]”, disse.
Aprovado em julho por uma comissão especial, o PNE já previa os investimentos do pré-sal em educação, mas só agora a vinculação dos recursos ganhou apoio explícito do governo. O requerimento que a base governista apresentou para que o texto passe pelo plenário da Câmara antes de seguir para o Senado, foi, segundo Mercadante, uma tentativa de garantir o debate sobre as fontes de recursos para cumprir as metas do plano.
De acordo com o ministro, não haverá tentativas de reduzir o percentual de investimentos para menos de 10% do PIB. "O debate que o governo quer é este: quais sãos a fontes, de que lugar virá o dinheiro, porque senão estamos aprovando metas que não têm como se viabilizar. Queremos que os 10% sejam uma referência, mas não basta definir uma meta se não tem os instrumentos”, disse.
Mesmo sem a conta oficial de quanto dinheiro a exploração do petróleo da camada pré-sal deve render ao país, Mercadante calcula que o volume será suficiente para incrementar radicalmente os investimentos em educação feitos pelo país. “Se as reservas são o que elas prometem ser, e o preço do petróleo continuar evoluindo historicamente, teremos recursos muito importantes para mudar definitivamente a educação”, avaliou.
O presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Daniel Iliescu, que participou de audiência com o ministro e com a presidenta Dilma Rousseff disse que a entidade está “satisfeita” com a disposição do governo em garantir a vinculação dos recursos do petróleo para investimentos em educação. “Os recursos do pré-sal não estão rubricados. Concentrar em educação é a melhor maneira de investir”.
Apesar do apoio, a UNE promete se mobilizar para evitar que o PNE tenha que passar pelo plenário e está tentando convencer parlamentares a retirar assinaturas do requerimento que levou à mudança na tramitação. A votação está prevista para o dia 19 de setembro.
 
Agência Brasil

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

AS DUAS PIORES ESCOLAS SEGUNDO AVALIAÇÃO DO IDEB ESTÃO NO RN


por prof. Renier Luiz
Triste notícia, mas não surpreendente para os educadores. Visitem-se as escolas públicas, na sua maioria, como também algumas escolas privadas e não será difícil perceber o descaso com a educação. Como promover a inclusão, como diminuir a violência, como proporcionar ao jovem expectativa de uma vida mais digna se a educação  está na UTI. Enquanto sindicalista, tive oportunidade de visitar dezenas de escolas em vários municípios e o que me ocorreu ao visitá-las foi que estamos muito distante de uma educação de qualidade. Como consequência temos isso:

Por que ela é a pior do país
 A Escola Estadual João Tomás Neto, do município de Lagoa de Pedras, classificada pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) como a pior escola do país, apesar de ter 36 anos de existência, nunca teve professor de matemática em seu quadro funcional e, até ano passado, tinha uma carência de onze professores. Em todo esse tempo, a escola vem fazendo paliativos com estagiários e, em anos anteriores, professores de disciplinas correlatas e de pedagogia assumiam a cadeira de matemática. O déficit de professores é apenas um dos grandes problemas que contribuem significativamente para a escola ostentar ainda altos índices de reprovação e evasão escolar. Ano passado, nas séries do 5º ao 9º ano, reprovou 29,2% dos seus 500 alunos, o pior registro dos últimos anos. Nesse mesmo período, a evasão chegou a 9,9% que, somados ao índice de transferência de 7,97%, mostram que quase 18% dos alunos deixaram a escola.
Os dados foram fornecidos pela diretora da Escola João Tomas Neto, Rosineide Sena, que assumiu o cargo este ano e já se deparou com essa situação. Para ela, os índices apresentados pelo IDEB apenas mostram ao país o descaso com que a educação vem sendo tratada pelos governantes estaduais, ano após ano, que não estimulam os professores a irem a trabalharem no interior do estado. "É inadmissível que crianças e adolescentes terminem o ensino fundamental sem nunca ter conhecido um professor de matemática, a escola tem feito verdadeiros arranjos para cobrir essa deficiência. Isso implica não somente na avaliação do IDEB, mas sobretudo na vida escolar do aluno que pode ter comprometido seu futuro profissional", disse ela.
Outros problemas relatados pela diretora é a falta de um coordenador pedagógico e um planejamento direcionado para a Prova Brasil. O descaso com a escola era tão grande que dez computadores do Laboratório de informática, adquiridos em 2007, apesar de estarem devidamente instalados, só foram ativados este ano. A demora comprometeu várias peças das máquinas. Como fator positivo, Rosineide Sena relata que a escola vai começar a trabalhar por área de conhecimento e foi contemplada, este ano, com professores de outras disciplinas aprovados no último concurso da Secretaria Estadual de Educação, o que amenizou a situação.
"Chegaram dois professores de ciências biológicas, um de química, outro de língua portuguesa e estão vindo mais um de português e outro de geografia. Mas o problema com matemática ainda persiste, a escola tem deficiência de três professores da disciplina e mais três de educação física e, ainda de um espaço para a prática de esporte", disse a diretora, completando que antes de se culpar uma gestão é preciso destinar um olhar mais aguçado para os problemas da escola.
fonte: www.diariodenatal.com.br

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Cientistas criam protótipo de anticoncepcional masculino

Pesquisadores americanos conseguiram desenvolver um protótipo de contraceptivo oral masculino, após testes bem sucedidos com camundongos machos. O estudo, publicado no periódico Cell, sugere que a pílula anticoncepcional para homens pode entrar em testes clínicos com humanos dentro de um ano.
Os cientistas – da Universidade de Washington, da Faculdade de Medicina Baylor e do Instituto do Câncer Dana-Farber, ligado à Universidade de Harvard – testaram um novo composto, chamado JQ1. Eles descobriram que, em ratos, a substância foi capaz de interromper a espermatogênese, processo no qual o esperma se desenvolve.
O novo composto não possui hormônios, diferente da pílula anticoncepcional feminina, que geralmente contém estrogênio e progesterona. Segundo a pesquisa, o JQ1 é capaz de entrar na corrente sanguínea, chegar até os testículos e bloquear a função de uma proteína chamada BRDT, presente nos órgãos de camundongos e seres humanos e grande responsável pela produção do esperma.
Como resultado, os camundongos mostraram uma redução no número e na qualidade do esperma produzido, sendo considerados inférteis. Por outro lado, não sofreram impactos no desempenho sexual e na produção de testosterona.
Além disso, depois que os animais pararam de consumir o composto de forma contínua, a produção de esperma foi retomada normalmente, mostrando que os efeitos da substância são reversíveis. Os filhotes concebidos após o processo também nasceram perfeitamente normais.
O vídeo abaixo, disponibilizado pela Faculdade de Medicina Baylor, mostra como se comportam os espermatozóides sob o efeito do composto JQ1.
fonte:revistaepoca.globo.com/Saude-e-bem-estar/noticia

terça-feira, 14 de agosto de 2012

TCE aponta que Rosalba prioriza gastos com publicidade oficial

O Governo do Rio Grande do Norte gasta menos com saúde do que com diárias e publicidade. Por causa desse e de outros fatores, as contas do exercício financeiro de 2011 da gestão Rosalba Ciarlini (DEM) foram aprovadas com ressalvas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). A Corte analisou as receitas, despesas e prestação de contas do Governo do Estado em uma sessão extraordinária que aconteceu nesta segunda-feira, 13. Por unanimidade, os conselheiros do TCE seguiram o voto do relator do processo, Paulo Roberto Chaves Alves, que apontou ressalvas às contas públicas no alto valor da Dívida Ativa do Estado, na falta de investimentos em saúde e na inclusão de gastos com inativos nas despesas de insumos na pasta da educação.

O relatório segue para aprovação na Assembleia Legislativa, que deve julgar se as contas podem ser aprovadas ou não. Do montante de R$ 9.498.381.000,00 da receita prevista na Lei Orçamentária Anual, foram arrecadados R$ 7.778.420.362,47, correspondentes ao percentual de 81,89%. Isso ocorreu especialmente "em função do baixo nível de eficiência da previsão de receitas correntes, como a patrimonial, a agropecuária, a industrial e a de serviços, e da superestimação das receitas de capital", disse o relator. O governo gastou apenas 3,70% do orçamento com investimentos.
Paulo Roberto também apontou o baixo nível de investimentos realizados na área da saúde pública, com aplicação de recursos da ordem de R$ 11.076.834,92, valor inferior àquele aplicado no exercício financeiro de 2010 (R$ 17.386.528,39), configurando um decréscimo de 36,29%. O relatório apontou ainda que o valor gasto com saúde é menor do que despesas menos prioritárias, como diárias (R$ 23.678.716,14) e publicidade governamental (R$ 16.851.590,51). 
A análise tomou como base o Balanço Geral consolidado, remetido pela Assembleia Legislativa ao TCE, que tem por foco apenas as contas do Poder Executivo. O relatório também apontou que o Plano Plurianual apresenta inconsistências quantoaos valores dos programas e o respectivo Relatório de Avaliação, bem como no Sistema Integrado de Administração Financeira (SIAF) constam informações incompletas ou incorretas, dificultando, assim, o planejamento e acompanhamento das respectivas metas pelo próprio Governo e pela fiscalização do TCE.
"As impropriedades materiais constatadas na Lei de Diretrizes Orçamentárias indicam a desconformidade com as exigências contidas da Lei Complementar nº 101, de 2000, além de as suas impropriedades formais, quanto à confecção dos Anexos de Metas e de Riscos Fiscais, estarem em desconformidade com o Manual da Secretaria do Tesouro Nacional", continua o relatório. Após a sessão, Paulo Roberto se negou a tecer qualquer comentário. ""Tudo está escrito no documento. As ressalvas servem como um alerta para o Governo do Estado, mas não foram capazes de desaprovar as contas". 
As informações sobre as contas do governo potiguar foram analisadas por uma comissão técnica formada por Fernando de Araújo, Lauro Tércio, Luiz Fabra Lafitte Neto, Luzenildo Morais da Silva, Márcio Roberto Loiola Machado, Marise Magaly Queiroz Rocha e Severiano Duarte Júnior.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Fátima comemora anúncio da licitação para implantação do VLT em Natal

A deputada federal Fátima Bezerra (PT) fez pronunciamento na tribuna da Câmara para comemorar o anúncio da licitação para implantação do VLT em Natal e Região Metropolitana, por parte da CBTU. O primeiro passo será uma audiência pública, que acontece no dia 13 de agosto, no auditório da Associação dos Engenheiros Ferroviários (AENFER), no Rio de Janeiro.

“Desde 2003, ainda no início governo do presidente Lula, que tenho lutado no sentido de ajudar nessa empreitada que muito irá beneficiar a mobilidade das pessoas em Natal e na região metropolitana”, lembrou a deputada Fátima.

Fátima aproveitou para parabenizar a presidenta Dilma Rousseff pelo PAC Equipamentos, programa de onde sairá os R$ 154 milhões de reais para a VLT de Natal. O PAC Equipamentos é um programa que visa agilizar as compras governamentais dando preferência à aquisição de produtos da indústria nacional. Além da compra de novos trens, também serão adquiridos novos caminhões, patrulhas agrícolas, ambulâncias. Ônibus, retroescavadeiras, motoniveladoras, furgões, blindados e móveis para as escolas públicas. Ao todo serão investidos R$ 8,4 bilhões de reais na economia nacional, através do PAC Equipamentos.
 fonte: nominuto.com

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Senado aprova projeto de cotas em 50% das vagas em universidades federais


Metade das vagas das universidades federais serão destinadas ao sistema de cotas raciais e sociais, segundo o projeto aprovado na noite desta terça-feira (7) pelo senado. Relatada pela senadora Ana Rita (PT-ES), a matéria deve passar agora pela sanção da presidente Dilma Roussef, e deve ser aplicada da universidades públicas federais de todo o país.
A reserva será dividida meio a meio. Metade das cotas, ou 25% do total de vagas, será destinada aos estudantes negros, pardos ou indígenas proporcionalmente à presença dessas populações em cada estado, seguindo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
A outra metade das vagas será destinada aos estudantes que tenham feito todo o segundo grau em escolas públicas e cujas famílias tenham renda per capita até um salário mínimo e meio. 
Para os defensores da proposta, esse modelo que combina cotas raciais e sociais é o mais amplo e uniformiza as políticas de reserva de vagas que existem nas diversas universidades federais.
O projeto de regulamentação da política de cotas é aprovado depois que o Supremo Tribunal Federal declarou ser constitucional esse tipo de ação afirmativa nas universidades. A aprovação da matéria foi em votação simbólica, pela maioria dos senadores presentes. O projeto já passou pela Câmara dos Deputados.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

E A SAÚDE HEIN?...EM LAJES, BENEFICÊNCIA OU OMISSÃO?



Inicialmente, digo que é difícil informar exatamente quando o descaso ou o não respeito  àquilo que é constitucional vem ocorrendo quanto ao Artigo 6º da Constituição Federal “ São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição”.
Observe-se que a saúde é direito social e não é nenhum favor um presidente, governador ou prefeito construir OU ASSUMIR uma unidade de saúde (posto de saúde, hospital ou laboratório). È dever de esses gestores fazer isso. Não estarão, nesse caso, prestando nenhum favor à população, mas assumindo suas obrigações enquanto representantes do povo.
 Verifique-se que, para tais obrigações constitucionais enumeradas no artigo 6º da Constituição Federal, é obviamente necessária a boa gerência dos recursos públicos a esses setores destinados. A população paga caro, muito caro para ter direito à saúde, por exemplo; e não existe tal prestação de serviço satisfatoriamente.

Em inúmeras reportagens veiculadas em redes de televisão do Rio Grande do Norte, como também em redes nacionais, observamos hospitais serem fechados, greves na área da saúde, faltam médicos, enfermeiros, auxiliares ou técnicos em enfermagem, faltam condições de trabalho, estrutura predial inadequada (necessitando pinturas, ampliação, equipamentos,etc), faltam ambulâncias e muito mais. Não é exagero comparar-se ao holocausto o que ocorre conjuntamente na maioria dos hospitais e postos de saúde. Faça-se uma visita ao Clóvis Sarinho, Maria Alice, dentre tantos.
 E ainda existem os desvios de recursos destinados à área de saúde pública, como casos recentes denunciados em Natal. Quem desvia dinheiro da saúde mata sem pegar no revólver. Muitos que praticam tal infração ficam ilesos e ainda desdenham da população. Por outro lado, se faltam recursos, como entender a construção de um estádio de futebol para a Copa do Mundo em Natal? Então quatro jogos de futebol valem mais que a vida da nossa gente?

Em Lajes, por que o único hospital existente ficou fechado por quase 4 anos e somente agora vai reabrir? Se a prefeitura afirmou que tem condições de assumir o hospital, por que pede dinheiro e produtos à população para reabri-lo? Muito estranha essa reabertura do hospital e a implantação da Samu somente agora em época de eleição. E pedir contribuição à população para que isso aconteça não se caracteriza beneficência, mas omissão  daqueles que têm como  responsabilidade tal prestação de serviço à população. Estão se invertendo os papéis. E ainda tem gente aplaudindo e cooperando com os malfeitores.Não sou contra a reabertura do hospital, pois ele nunca deveria ter fechado suas portas. Entretanto, as circunstâncias em que esse fato ocorre nos remetem ao fisiologismo (tipo de relação de poder político em que ações políticas e decisões são tomadas em troca de favores, favorecimentos e outros benefícios a interesses individuais, em detrimento do bem comum)

Professor Renier Luiz Martins Mendes

Banco do Brasil confirma concurso para RN e mais 14

O BancodoBrasil confirmou ontem que lançará concurso para escriturário ainda este ano — no começo do ano houve outra seleção para o mesmo cargo.  
As vagas serão, novamente, para formação de cadastro reserva. Poderão participar pessoas com nível médio completo. Quinze estados devem ser contemplados no certame: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe, Mato Grosso e Santa Catarina.
 A remuneração inicial é de R$ 1.408 para uma jornada de trabalho de 30 horas.

domingo, 5 de agosto de 2012

Paulo Davim apaga a luz

 "Apesar de não ser do partido no qual estou militando, mas já tendo sido; quero elogiar este Norte Riograndense que tem exercido o seu mandato de senador com transparência, competência e probidade. Sei também que por várias vezes já expressou seu desejo de deixar a política, isso seria inequivocamente o silenciar uma voz em defesa do Rio Grande do Norte, do Nordeste e do Brasil'. (por Prof. Renier Luiz)
 
 Do blog do Dinarte:
Tem chamado a atenção de quem frequenta os gabinetes dos senadores do RN o perfil do médico Paulo Davim no exerício do mandato.Segundo relatam interlocutores, o senador é um dos primeiros congressistas a chegar ao Senado Federal e um dos últimos a sair.Também é inquietante o fato de o senador fazer pouca - quase nenhuma - questão sobre a divulgação de seus feitos no Congresso, que não são poucos. Davim, nesse semestre, foi um dos mais atuantes do Brasil.

Em tempo: o pevista avalia deixar a política.

sábado, 4 de agosto de 2012

VERMELHOU O MERCADO, PRAÇA DO QUADRO E BECO ESTREITO

Em caminhada com todos os candidatos a vereadores da coligação, Nonato e Kecinho marcam início de movimentação de rua. As fotos registram e mostram o que foi este momento. Eis aí o começo de tudo...DA RENOVAÇÃO.
Venha, partcipe, saia de casa, diga NÃO ao medo. Diga NÃO a mentira.

Venha comigo! Venha Conosco!


















quinta-feira, 2 de agosto de 2012

MILITÂNCIA NACIONAL DO PT - MENSAGEM

Companheir@s,

O STF julgará nos próximos dias a Ação Penal 470 – chamada pela mídia de mensalão. Nós, integrantes do Partido dos Trabalhadores, esperamos que haja um julgamento justo, sem influências políticas ou midiáticas.
 
Para mostrar a verdade dos fatos e esclarecer a população contamos com sua ajuda.
 
Juntos, teremos mais força para pedir um julgamento justo. Se você se identifica com as nossas causas e conhece nossa luta, junte-se a nós e participe dos debates PARA QUE A JUSTIÇA SEJA FEITA.
 
Nas Redes Sociais vamos usar a tag #farsadomensalão e #STF_oficial, vamos mostrar nossa força na internet.
 
Para informar a população, o presidente do PT, Rui Falcão, gravou um vídeo exclusivo sobre o tema.  http://youtu.be/lrUJOIoKiiE
Abraços.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Facebook e governo lançam ferramenta para incentivar doação de órgãos

Em parceria com o Ministério da Saúde, o Facebook lançou nesta segunda-feira (30) uma ferramenta que permite ao usuário se declarar um doador de órgãos na rede social. De acordo com o órgão brasileiro, a funcionalidade tem como missão agregar e cadastrar possíveis doadores, entre os mais de 37 milhões de usuários do Facebook no país.
“Esta é mais uma ferramenta que contribuirá para a nossa campanha de incentivo, temos que usar as redes sociais para mobilizar e engajar pessoas que apoiam a causa”, diz o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. “Precisamos fazer com que esta ideia seja multiplicada e alcance o maior número de pesso
A informação sobre doação de órgãos pode ser compartilhada na linha do tempo do usuário ou como descrição do perfil. Junto com a declaração, o internauta pode adicionar alguns dados, como quando e onde ele realizou a doação.
Para ativar a funcionalidade, basta clicar em “Evento cotidiano” na parte superior da linha do tempo, depois escolher a opção “Saúde e bem-estar”. Na lista, clicar em “Doador de órgãos”, adicionar as informações desejadas (Local, Quando e História) e então apertar em “Salvar”.
Em 30 de abril, o Facebook anunciou a nova ferramenta para os usuários dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha. Desde então, a empresa vem introduzindo a funcionalidade em vários outros países, e o número de registros de doações de órgãos nestes locais tem aumentado significativamente.
Em 2011, o Brasil bateu recorde ao registrar 2.207 doadores de órgãos, 63% a mais que em 2008. Agora, “tivemos a iniciativa de criar esta ferramenta para contribuir com o aumento, cada vez maior, do número de doadores de órgãos”, explica Padilha.

fonte: http://revistaepoca.globo.com/Saude-e-bem-estar/noticia/2012/07/facebook-e-governo-lancam-ferramenta-para-incentivar-doacao-de-orgaos.html

 

Papa ganha Lamborghini e decide leiloá-lo

O Papa Francisco foi presenteado nesta quarta-feira com um modelo especial da marca de automóveis de luxo Lamborghini, de cor branca, que ...