terça-feira, 5 de julho de 2016

"Doutrinação": Página de Paulo Freire na Wiki é alterada em rede do governo

Biografia de Paulo Freire na Wikipédia foi alterada no último dia 28 por rede do governo federal
Artigo que traz a biografia do educador Paulo Freire na Wikipedia foi alterado na tarde de ontem (28) com informações que atribuem a ele a origem da "doutrinação marxista" nas escolas e universidades. Grupo que monitora as alterações feitas em páginas da Wikipedia identificou que as mudanças partiram de uma rede do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). No verbete editado, consta que Freire participou da última grande reforma da legislação educacional que resultou em um ensino "atrasado, doutrinário e fraco".
Em nota, o Serpro, empresa de tecnologia da informação do governo federal, disse que a alteração não partiu de suas instalações, mas de um órgão público federal que não pode ter o nome divulgado por questões contratuais. O Serpro administra a rede que provê acesso à internet tanto em instalações do próprio órgão como em instituições públicas em todo o país.
"A alteração realizada não partiu das instalações do Serpro, mas, sim, de um órgão público, cujo acesso à internet é administrado pela empresa. Entretanto, o Serpro não está autorizado, por questões contratuais, a divulgar informações de acesso de seus clientes à rede", diz o comunicado.

Bel Pedrosa/Folhapress
O pedagogo Paulo Freire, em sua casa em São Paulo, em foto de 1994
Os parágrafos inseridos no artigo foram retirados de um texto publicado no site do Instituto Liberal com o título "Paulo Freire e o Assassinato do Conhecimento". O texto é assinado por um integrante da rede Estudantes Pela Liberdade e do Movimento Universidade Livre.
As críticas aos ideais de Paulo Freire têm sido comuns nos recentes debates envolvendo o movimento "Escola sem Partido" que questiona as diretrizes curriculares e o debate político dentro das instituições de ensino, acusadas de "ideologizar" os alunos.
"Aí está uma das origens da nossa já conhecida doutrinação marxista nas escolas e universidades, que em vez de formar cidadãos e profissionais para o crescimento do país, forma soldados dispostos a defender com unhas e dentes o marxismo no meio acadêmico", diz o trecho de um dos parágrafos inseridos no artigo.

Obra

A principal obra do educador pernambucano Paulo Freire, "Pedagogia do Oprimido" (1968), é a terceira mais citada mundialmente em trabalhos da área de humanas, segundo um levantamento realizado no Google Scholar, ferramenta de pesquisa dedicada à literatura acadêmica. O pedagogo também é referência nacional nas pesquisas da área.
fonte:  http://educacao.uol.com.br/noticias/2016/06/29/doutrinacao

Nenhum comentário:

Postar um comentário